Webinário apresenta boas práticas de tribunais de acesso à Justiça

Boas práticas encontradas no Judiciário que podem ser levadas a outros tribunais têm sido compartilhadas pelos seus próprios idealizadores ou realizadores por meio do projeto Disseminando Boas Práticas do Poder Judiciário, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A primeira edição de 2024 ocorrerá no dia 28/2 e poderá ser acompanhada por meio da Plataforma Cisco Webex, com transmissão pelo canal do CNJ no YouTube. Nesta 9ª edição, o Disseminando Boas Práticas apresentará quatro projetos do banco de dados do eixo temático Acesso à Justiça. Representando o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), o diretor de Comunicação do tribunal, Luciano Araújo, explicará como funciona o aplicativo APP TJSE – Serviços Digitais aos Jurisdicionados. A ferramenta possibilita por meio do celular que o cidadão consulte processos, acesse os serviços fornecidos pelo TJSE e as notícias da Justiça sergipana. O projeto também possibilita ao cidadão receber alertas de movimentações no processo do qual é parte, além de um contato direto com o tribunal. Outro projeto que será apresentado é o Citação Inclusiva, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2). Concebido para ajudar pessoas não familiarizadas com termos jurídicos, a plataforma que será apresentada pela juíza Geraldine Pinto Vital de Castro prevê a utilização de recursos visuais para ajudar e facilitar a compreensão dos conteúdos jurídicos pelos cidadãos. A prática identificou uma grande dificuldade dos cidadãos, principalmente os hipossuficientes e sem advogados, às informações contidas no Mandado de Citação, recebido por via postal ou por um oficial de Justiça, em persas ações, o que acaba prejudicando o direito de defesa desses cidadãos. Também serão expostos na próxima edição do Disseminando Boas Práticas a expansão do serviço integrado multidisciplinar do Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI), e os serviços digitais no atendimento ao cidadão, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). Boas práticas Criado pelo CNJ para apoiar o aprimoramento da gestão dos órgãos do Judiciário, o Portal de Boas Práticas do Poder Judiciário é uma plataforma que visa receber, avaliar, pulgar e compartilhar iniciativas exitosas adotadas por conselhos e tribunais. A plataforma conta com um acervo de mais de cem ações consideradas inovadoras, eficientes e que podem servir de modelo para a gestão dos persos órgãos. As propostas podem ser apresentadas por magistrados e magistradas, servidores e servidoras do Poder Judiciário que tenham cadastro no Sistema Corporativo do CNJ. As práticas são avaliadas de acordo com os critérios estabelecidos na Portaria CNJ n. 140/2019 e precisam passar pelo crivo do plenário para serem incluídas no banco de dados. Serviço: Disseminando Boas Práticas do Poder Judiciário – 9.ª Edição Data: 28/2/2024 Horário: 16h às 18h Local: Plataforma CISCO WEBEX com transmissão pelo canal do CNJ no YouTube Público-alvo: magistrados(as) e servidores(as) do Poder Judiciário Texto: Regina Bandeira Edição: Beatriz Borges Agência CNJ de Notícias
27/02/2024 (00:00)
Visitas no site:  2127488
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia