Ministério da Justiça diz que Seopi não produz dossiês contra cidadãos

O Ministério da Justiça informou à ministra Cármen Lúcia, do STF, que a Secretaria de Operações Integradas não produz dossiês contra cidadãos nem instaura procedimentos de cunho inquisitorial. Cármen Lúcia pediu informações ao ministério a respeito do relatório sobre quase 600 servidores públicos ligados a movimentos antifascistas. A ministra é a relatora de uma ação do partido Rede Sustentabilidade, que questiona a ação da secretaria. Nesta quinta-feira (6), o Ministério da Justiça afirmou que a Seopi atua dentro da legalidade, sem qualquer viés investigativo, punitivo e persecutório, e que compartilhar informações com o Poder Judiciário poderia colocar em risco os trabalhos de inteligência e a credibilidade do governo. O plenário do STF ainda não marcou data para julgar o pedido da rede para suspender a produção das informações.
06/08/2020 (00:00)
Visitas no site:  1604605
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia