OAB-BA assina contrato para construção de sede em Lauro de Freitas

A Diretoria da OAB da Bahia assinou, nesta segunda-feira (30), o contrato de construção da sede da Subseção de Lauro de Freitas. Em uma cerimônia simples, respeitando os limites impostos pela pandemia do novo coronavírus, as diretorias da Seccional e da Subseção se reuniram no Clube dos Advogados e firmaram o acordo para realização desse sonho. Em razão do momento difícil e das sérias restrições orçamentárias, a obra só está sendo possível possível graças a atenção do Conselho Federal, que através do Fida disponibilizou o recurso necessário após uma mobilização da OAB-BA e CAAB. A previsão é que até o final de junho de 2021 a sede seja entregue.  "Quero destacar e agradecer ao vice-presidente nacional, Luiz Viana, e ao tesoureiro do CFOAB, Noronha, por termos conseguido essa verba. Isso vai possibilitar que a gente cumpra um compromisso de campanha e melhore a vida da advocacia", disse Fabricio Castro, presidente da OAB-BA. Criada em 2014, a Subseção já conta com mais de mil advogados inscritos. Sonho se concretizandoEm nome de toda a advocacia do município da Região Metropolitana de Salvador, Angelo Pereira, presidente da Subseção de Lauro de Freitas, agradeceu ao presidente Fabrício Castro e a toda Diretoria Seccional por dar início à realização desse sonho e que nasceu há cerca de quatro anos, na gestão da ex-presidente e hoje conselheira seccional Soraya Franco."Essa sede não é apenas um espaço físico. Ela vem para dar mais qualidade ao exercício da advocacia não apenas de Lauro de Freitas, como de toda a Região Metropolitana. A gente fica muito feliz com tudo isso que estamos vendo e não temos palavras para agradecer à realização desse sonho", afirmou.  Luiz Coutinho, presidente da CAAB, relembrou que o marco da criação da sede foi a instalação de um posto da ESA em uma pequena sala no centro de Lauro de Freitas. "Hoje nós vemos que aquilo que era um projeto se tornar realidade e ficamos muitos felizes em ver que é isso que a advocacia precisa. A advocacia precisa de abnegação e os diretores da Ordem se mobilizem para garantir a defesa das prerrogativas e da profissão", concluiu.Foto: Angelino de Jesus/OAB-BA
30/11/2020 (00:00)
Visitas no site:  1660775
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia